APEP lamenta o falecimento do diretor Norberto Franchi Feliciano de Castilho

O diretor de Inativos da APEP, o Procurador do Estado do Paraná Norberto Franchi Feliciano de Castilho faleceu no sábado, 9 de janeiro, aos 88 anos, devido a complicações relacionadas à covid-19.

Norberto Franchi Feliciano de Castilho ingressou na Procuradoria-Geral do Estado do Paraná em 1986, e foi um dos procuradores mais atuantes na luta em defesa da carreira dos procuradores do Estado.

Sempre presente aos eventos institucionais da APEP, Norberto Franchi Feliciano de Castilho integrou a diretoria em várias gestões contribuindo com sugestões e ideias que engrandeceram a atuação da Associação em prol da profissão.

Publicitário, jornalista e advogado, Norberto Frenchi Feliciano de Castilho era casado com a professora universitária Gilka Maryluz de Castilho, fundou e dirigiu durante muitos anos a Equipe Propaganda, uma das agências de publicidade mais conceituadas de Curitiba nas décadas de 1960, 1970 e 1980. Também era cônsul honorário da Guatemala no Paraná.

Sinônimo da educação, gentileza, cordialidade e dedicação à classe, Dr. Norberto foi um grande incentivador das gestões da APEP, estando sempre presente nas principais decisões associativas e seu falecimento representa uma perda irreparável para a nossa Associação.

A APEP se solidariza com os familiares de Norberto Frenchi Feliciano de Castilho.