APEP apoia projeto sustentável em prol do Hospital Pequeno Príncipe

Estudantes do MEP (Management Experience Program) da FAE Business School, de Curitiba, criaram o projeto [RE]pense com o objetivo de aliar consciência sustentável à causa social. A iniciativa consiste em repassar 100% do lucro obtido com a comercialização de garrafas de inox personalizadas ao Hospital Pequeno Príncipe, que completou 100 anos em 2019, explicam as idealizadoras Francesca Piermartiri e Manuela Miranda. Integram ainda o projeto os acadêmicos Luiza Lanzoni, João Victor Paludo, Isadora Porto, Laura Virmond e Matheus Selleti.

Integrantes da equipe da [RE]pense, empresa fruto de aulas de empreendedorismo, apresentam as garrafas

 “Nosso objetivo é incentivar a prática dos conceitos de inovação e sustentabilidade pelas empresas, alcançando o maior número de pessoas possíveis. Assim, queremos que elas criem impacto positivo em suas vidas, no meio ambiente e na saúde de milhares de crianças atendidas pelo hospital”, destacam Francesca e Manuela.

As estudantes observam que as empresas que adquirirem as garrafas personalizadas com a respectiva logomarca ganham mais visibilidade no mercado. Além disso, causam impacto sustentável e social, têm maior alcance nas redes sociais, reduzem custos e ainda podem presentear funcionários e clientes. Pessoas físicas também podem comprar as garrafinhas.

“Mas o importante é que estarão colaborando para a continuidade do eficiente atendimento oferecido pelo Pequeno Príncipe, maior hospital pediátrico do Brasil”, justificam as estudantes. Elas lembram que ao completar um século de existência, o hospital registrou nos últimos 10 anos mais de 3,5 milhões de atendimentos.

O presidente da APEP, Eroulths Cortiano Junior, considera louvável o trabalho desenvolvido pelas estudantes, destacando os vieses social e sustentável que marcam a iniciativa.

Mais informações sobre o projeto, inclusive para a aquisição das garrafas, podem ser obtidas pelo email: represente.garrafas@gmail.com.